15 49.0138 8.38624 0 4000 https://danizitanews.com.br 300 true 0
theme-sticky-logo-alt

Iguatemi chega à marca de R$ 4,3 bilhões em vendas no segundo trimestre e atinge recorde no período

A companhia mantém ritmo de crescimento e registra alta de 56% em Vendas Totais no 2T22 em relação ao 2T21; a Receita Líquida avançou 48,8% na comparação trimestral com o ano anterior, somando R$ 253,6 milhões

A Iguatemi S.A. [B3: IGTI11], uma das maiores companhias full service no setor, com participação em 14 shopping centers, dois premium outlets e três torres comerciais, além do Marketplace Iguatemi 365 e das lojas próprias operadas pela i-Retail, registrou R$ 4,3 bilhões de vendas totais no 2T22, equivalente a um crescimento de 56% se comparado ao 2T21, considerado recorde para um segundo trimestre. Frente ao mesmo período de 2019 (pré-pandemia), esse aumento foi de 30,2% (excluindo os shopping centers vendidos em 2019), muito em razão da excelente performance das vendas de Dia das Mães e Dia dos Namorados. O porcentual da Receita Líquida avançou 48,8% que, em termos monetários, representa R$ 253,6milhões. Já em relação ao 2T19, o crescimento foi de 37,4%.

A rede Iguatemi vem demonstrando bons resultados desde o início de 2022, quando o varejo já dava sinais de recuperação, após dois anos sob os efeitos negativos da pandemia de Covid-19. Além da retomada das atividades, que marcou o desempenho do primeiro trimestre, o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras contribuiu para o aumento do fluxo de visitantes, resultando em mais um período de evolução dos indicadores da companhia.

As vendas mesmas lojas (SSS) cresceram 31% e as vendas mesmas áreas (SAS) 30,2% no contraponto com o 2T19. Figuram como destaques, assim como no 1T21, o segmento de Moda, Calçados, Artigos de Couro (+51,25) e as categorias de Artigos Diversos, Saúde & Beleza e Joalherias (+31,4%), no comparativo com 2T19.

“O segundo trimestre foi muito bom em termos operacionais. Considerando os targets de mercado, a receita líquida do Iguatemi ficou acima da expectativa, que era na ordem de 40%. Superamos esse porcentual. O resultado do aumento das vendas e das economias nos gastos com condomínio continuou a abrir espaço para a retirada de descontos, alavancando nosso indicador dos aluguéis mesmas lojas (SSR), o que resultou em um crescimento de 56,2% sobre o 2T19. Ao longo dos últimos trimestres temos conseguido melhorar consistentemente nosso SSR, ficando cada vez mais próximo do indicador de referência, o IGPM”, explica Guido Oliveira, CFO da Iguatemi S.A. O executivo reforça, ainda, que ao considerar somente o mês de junho, o aumento no SSR foi de 59,1%, sendo que nove dos 16 empreendimentos da companhia cresceram acima dos 60%.

A Iguatemi S.A. reconhece que os valores e porcentuais de crescimentos apontados no segundo semestre ganham ainda mais peso, considerando que a base de comparação com 2019 é muito forte, já que o país ainda não amargava os prejuízos econômicos causados pela pandemia.

O EBITDA consolidado atingiu R$ 166,6 milhões no 2T22 aumento de 25,7% versus 2T19 – com margem EBITDA de

65,7%. Excluindo o efeito da linearização, o indicador atingiu R$ 183,2 milhões no período, diferença positiva de 83,8% contra 2T21 (+38,2% versus 2T19). O FFO ajustado foi de R$ 94,3 milhões no 2T22, 58,4% acima do 2T21 (11,6% sobre o 2T19), excluindo o efeito da linearização, Infracommerce e o resultado do SWAP das ações;

Mesmo com o reajuste dos aluguéis, reflexo da boa performance dos lojistas, vale ressaltar que a inadimplência atingiu um valor negativo de 2,3%, 2,9 pontos porcentuais (p.p.) abaixo de 2019 e, também, houve queda de 0,4% do custo da ocupação (11,3%) se comparado ao mesmo trimestre de 2019.

Considerando apenas o resultado advindo dos shoppings, outletse torres comerciais (excluindo o efeito da linearização e o efeito não caixa da variação da ação da Infracommerce), a companhia atingiu no 2T22 uma Receita Bruta de R$ 273,5 milhões: crescimento de 32,6% versus 2T19, impactada positivamente pela linha de aluguel, com alta de 31,3% versus o 2T19. O EBITDA atingiu R$ 196,3 milhões no trimestre, um crescimento de 81,5% contra 2T21, com margem EBITDA recorde de 81,9%. Comparado ao mesmo período de 2019, tivemos um crescimento de 47,4% com uma melhora de 8,9 p.p. na margem EBITDA.

Já com relação ao Resultado Varejo (i-Retail e Iguatemi 365), as duas operações somaram Receita Bruta de R$ 32,3 milhões no 2T22, crescimento de 49,4% no comparativo com o 2T21, e de 317,5% sobre o mesmo período de 2019. Na mesma base de comparação, a Receita Líquida chegou a R$ 25,0 milhões, representando um crescimento de 51,1% sobre o 2T21 (328,1% versuso 2T19). Por fim, o EBITDA foi de R$ 13,1 milhões negativos no trimestre, 54,2% abaixo do 2T21.

A Iguatemi S.A. deu um grande passo no segundo semestre de 2022 ao ingressar no Pacto Global da ONU Brasil, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

Com isso, a rede se compromete, anualmente, a apresentar suas ações que vão ao encontro de valores essenciais para a evolução da sociedade, sempre com o olhar atento à diversidade, inclusão, preservação ambiental e transparência em sua governança. Tal adesão vem reforçar a preocupação da companhia em promover e apoiar causas prioritárias, condizentes com a agenda ESG, por meio de ações e programas de conscientização, a exemplo da campanha Blue Day, voltada à sensibilização para o autismo.

Outro tema de destaque do segundo trimestre foi a eleição dos membros do Comitê de Auditoria e Partes Relacionadas da rede Iguatemi. A composição conta com duas mulheres e um homem como membros independentes. Além disso, a instalação do Comitê de Finanças e Alocação de Capital e, também, dos Comitês de Pessoas e de Risco e Compliance fazem parte das ações voltadas às boas práticas de governança.

A companhia mantém seu otimismo para os próximos períodos, ainda que em um momento de reconstrução

socioeconômica para o país. Em linha com suas diretrizes, continuará com seus investimentos em ações, eventos e iniciativas geradores de valor, tanto com a ampliação e incremento de seu mix de produtos, como na valorização de pessoas, sempre com foco na melhor experiência que a marca Iguatemi tem oferecido ao longo de sua história.

Fonte: Phábrica de Ideias

Notícia Anterior
Garota VIP chega à Manaus no próximo sábado (06) e reúne Wesley Safadão, Ludmilla, Zé Neto & Cristiano e Eric Land na mesma noite
Próxima Notícia
Parque do Peão em Barretos espera turistas com mais de 50 mil flores
Daniela Esteves

Daniela Esteves atua há mais de 12 anos como assessora de imprensa e social media da empresa Viola Show e seus grandes rodeios/eventos no segmento de entretenimento sertanejo, no interior de São Paulo. Atualmente, pós-graduação em marketing e comunicação digital, atual em coberturas jornalísticas em seu veículo Danizita News e faz parte da bancada de entrevistadores do projeto ReZenha Musical.